Alexandre Herchcovitch primeravera-verão (masculino) 2010/2011

Alexandre Herchcovitch foi buscar inspiração para a sua nova coleção masculina de primavera-verão 2010/2011 em Charles Chaplin, o filme Laranja Mecânica e a pintura surrealista entitulada “O Filho do Homem”, por René Magritte.


O desfile começa com os dourados impactantes, mas depois a paleta de cores toma um tom mais sóbrio, com muito preto, cinza, cáqui e marrom. A cor vem pontuando o desfile, aparecendo no vermelho, laranja e uns toques de turquesa.

Também há muito xadrez.


Em relação à modelagem, tem muita alfaiataria envolvida. Cortes perfeitos, estruturados, mas diferenciados e muitos zíperes, como acabamento dão o clima da coleção.


Os acessórios fazem referência direta às inspirações do estilista: óculos redondinhos e gravatas-borboleta, como em Laranja Mecânica e chapéu-coco como o de Chaplin.


Herchcovitch é responsável sempre por uma atitude inovadora em relação à moda masculina. Ele certamente sai do trivial e monótono para ousar dar uma cara diferente para o homem contemporâneo. Ele brinca um pouco com as formas do corpo, ora acentuando, ora disfarçando as formas naturais com volumes e texturas. No final do desfile, até algo como um vestido masculino, ultra-contemporâneo, que eu super consigo imaginar sendo usado pelos meninos mais descolados de São Paulo, ou na Europa, para ir para a balada. Hercovitch ajudando a dar uma nova cara para a identidade masculina. Parabéns!