Roupa feminina da Acquastudio

As principais grifes de roupa feminina estão atentas nos movimentos para a coleção Outono-Inverno 2013. Muitas delas já apresentaram as tendências para os próximos meses em desfiles, enquanto outras se preparam para fazer barulho mais nos bastidores. A Acquastudio é um bom exemplo de que agir com competência é suficiente para agradar todo o tipo de público.

A grife buscou inspiração para a sua coleção nas queimadas do cerrado, as quais contemplam uma paisagem incrível e ao mesmo tempo poéticas. Uma baita ideia, não?

Esther Bauman, responsável por desenvolver a linha da Acquastudio, aplicou rendas e crinolinas, destacando ainda os laços, as saias rodadas e diversos modelos de tomara que caia, uma peça que embora seja predominante durante o Verão, no Outono-Inverno é sempre bem aceita em qualquer parte do mundo. Ou quase toda.

A Acquastudio investiu nos vestidos tipo balonê, que tem como destaque uma cintura bem marcada em tecidos leves, visual e materialmente falando. O motivo: a marca de roupa feminina se valeu de renda e organza. É interessante destacar a aplicação de bordados em miçanga e flores.

Os vestidos longos e soltinhos da grife proporcionam às mulheres o modelo ombro marcado, além do já citado tomara que caia.

A roupa feminina da grife merece muito mais comentários, mas vamos encurtar a ideia para que você possa curtir todas as fotos.

E aí, gostou da coleção? Acha que vai dar certo? Bem, nós achamos que sim, pois a grife parece ter trazido, agora, o seu cartão de visitas.

Roupa feminina Inverno 2013 é com Cris Barros

Talento, beleza e paixão não faltam para Cris Barros, estilista que causa inveja até para muitas modelos, face às suas características físicas – não é magérrima, mas totalmente em forma, com 1,69 metro e apenas 54 quilos. A paulista apresentou entre as suas bem-sucedidas coleções de roupa feminina a linha Inverno 2013, que está cumprindo o excelente papel representado pelos desfiles anteriores.

Embora a moda Inverno seja, essencialmente, ligada a comprimentos mais longos, Cris Barros faz um interessante contraponto por meio de vestidos até certa maneira curtos para a estação teoricamente mais fria do ano. Os detalhes são as questões que marcam cada um dos modelos, que não se pautam no tal “pretinho básico”; na verdade, se você olhar mais de perto (talvez no monitor não consiga), há a presença do azul profundo e de um verde bem escuro, além do emprego do branco, do cinza e também do dourado fosco.

Toda a jovialidade da linda estilista só poderia vir acompanhada de inteligência e conhecimentos. Pois na coleção de vestidos para o Inverno 2013 nota-se a presença e citação do trabalho do pintor italiano Pablo Picasso; Cris acaba trabalhando algumas formas presentes nos quadros do ícone do cubismo em sua roupa feminina. Para isso, valeu-se de tecidos robustos, como sedas encorpadas, lã double face e o neoprene.

O resultado é estupendo!

Pois é, com essa coleção de roupa feminina Inverno 2013 Cris Barros reafirma o posto de uma das mais novas queridinhas da moda, tanto de suas clientes como das modelos.